Enviar
 

"Fazendo sexo com a vizinha do andar de baixo"

Olá! Na época eu tinha 20 anos - em 1998 - quando aconteceu esse caso, eu era virgem ainda, nunca tinha feito sexo. Tinha uma vizinha, o nome dela é Wilma, tinha 45 anos, casada e morava com o marido num apartamento embaixo do meu. Suas filhas já eram adultas e tinham saído de casa casadas...
 coroa douradacoroa douradacoroa douradacoroa douradacoroa cinza  
7 28029
Publicidade
Fazendo sexo com a vizinha do andar de baixo

Ela era uma mulher linda com cabelos negros na altura dos ombros, uma pele bronzeada do sol daqui de Fortaleza, uma bundinha bem feita e com um pouco de celulite, mas muito linda, um par de seios medianos e sem barriga - por ela ser naturalmente esbelta. Ela era uma mulher muito reservada e caseira. O marido saia para trabalhar e voltava tarde e era só isso que se sabia no prédio, nem se quer ouvia barulho de sexo.

Certa vez eu voltava da escola e encontrei com ela no elevador com um monte de compras do supermercado que ela tinha feito e me ofereci para ajudá-la a levar as compras para seu apartamento. Muito educadamente ela agradeceu e assim foi. Ao entrarmos no seu apartamento com as compras ela me ofereceu uma água eu aceitei e começamos a papear. Ela estava usando uma calça de ginástica colada e uma regata que cobria o top. Ela falava enquanto guardava as compras e eu dava respostas soltas porque não conseguia me concentrar olhando para aquela bunda gostosa. Depois de uns quinze minutos eu caí em mim, agradeci pela água e fui embora. Quase me acabo de tanto bater punheta para ela naquela tarde. No dia seguinte entro no elevador e ela estava lá no mesmo horário só que desta vez mais simpática e com um vestido folgado. Fomos conversando até o andar dela e tchau.

No outro dia, foi a mesma coisa. No mesmo horário ela estava lá no elevador com uma calça super colada, mostrando o sexo todo. Subimos e ela se despediu de mim com dois beijinhos no rosto, bem perto da boca. Foi aí que a ficha caiu. Não podia ser, coincidência três dias seguidos. Esses encontros duraram até o fim da semana. No sábado eu tava descendo com minha prancha de surf e ela estava no hall do prédio com uns livros. Quando ela me viu começou a conversar e perguntou se ia para a praia com a turma da escola. Eu falei que não que ia de ônibus e me encontraria com eles por lá. Ela na mesma hora se prontificou de me dar uma carona até a praia. Estranhei e fiquei imaginando muitas coisas, mas, não tinha coragem de me insinuar. Achava que aquela deusa estava sendo só simpática comigo. Seguimos até a Praia do Futuro e ao fazer a volta em frente a barraca que eu ia descer ela parou para tirar a prancha e quando eu ia me despedir dela ela me deu um beijo na boca com tanta vontade que faltou ar e quase que derrubo minha prancha. Na mesma hora eu encostei a prancha e entramos no carro para nos beijarmos com mais intensidade. Ela lambia minha orelha, pescoço e nuca e passava a mão em minha barriga e descia para o meu pau por cima da bermuda que tava duro feito uma barra de ferro. Enquanto isso eu ia passando minhas mãos por suas coxas e seus seios, descia pela barriga... quando cheguei na calcinha dela, deu um suspiro de prazer tão grande que falei na hora. - Vamos sair daqui!

Ela só me deu tempo de guardar a prancha de volta no carro e rumamos para a Barra do Cauípe - quem conhece sabe que é longe e era muito deserto.

No caminho ela ia dizendo que tinha me visto no dia das compras olhando fixamente para a bunda dela e que o tesão estava nas alturas, pois o marido dela estava impotente por conta de uma cirurgia e assim não podia fazer sexo, e que eu havia acendido o fogo nela ao perceber que ainda deixava os homens com tesão, etc... e isso eu so acariciando os seios dela e ela passando a mão no meu pau. Quando chegamos paramos em um descampado e dentro do carro ela abaixou minha bermuda me deixando só de sunga. Ela dava mordidinhas por cima da sunga e subia para meus mamilos e me deixava cada vez mais louco. Quando eu tirei minha sunga e o cacete saiu com a cabeça toda melada ela começou uma chupada que até hoje não esqueço. Deu uma lambida do meu saco até a cabeça com tanta vontade que eu pensei que explodir ali mesmo e olhou para mim com uma cara de safada e disse: - Que delicia de pau, você vai me fuder toda hoje com ele. Ela chupava com uma maestria e me punhetava com tanta vontade que mostrava o quanto ela estava com sede sexo. Mas ela não sabia de um detalhe: eu demoro muito para gozar, muito mesmo. Depois de um tempo eu tirei a cabeça dela do meu pau e disse: - Agora é minha vez! Tirei a calcinha dela e vi a buceta mais linda e apetitosa que vi até então e até hoje. Caí de boca chupando aquela maravilha greluda e com poucos pelos. Friccionava a ponta da minha língua no clitóris dela e ela murmurava: Ai que gostoso!!! Faz tanto tempo hummmmm... que boca gostosa.... isso chupa desse jeito mesmo que é assim que eu gosto... hummmmm. Nisso ela gozava bem fácil e gozava de novo e ia gozando, gozando até que eu parei de chupar e disse que ficasse apoiada no capô do carro. Afastei as pernas dela e coloquei meu cacete bem de vagarinho na buceta dela hipnotizado pela aquela bundona.

Essa mulher gozava muito e pedia para meter mais e mais e mais...Quando eu ia gozar ela saiu e se agachou para chupar meu pau. Punhetou um pouco e eu gozei na boca dela. Ela não deixou escorrer nada. Ficamos um pouco ali onde estávamos como um casal de namorados e fomos embora. No caminho ela disse que eu teria uma surpresa na segunda a tarde no apartamento dela quando chegasse da escola... Na segunda de tarde o interfone toca. Era ela me chamando para ir visitá-la. Desci o mais rápido que pude. Quando chego no seu apartamento fui atendido por ela somente com uma blusa grande e sem nada por baixo. Nos envolvemos num beijo super molhado e nossas mãos não paravam de correr por nossos corpos. Foi muito bom. Fizemos um sexo gostoso ali mesmo na sala. Fizemos 69, coloquei na buceta dela e recebi um presente muito bom. Foi a primeira vez que comi um cuzinho.

A partir desse dia eu ia visitá-la todas as tardes. Essa história durou um ano e meio mais ou menos e naturalmente acabou, pois arranjei uma namorada e logo depois o marido dela foi transferido. Algum tempo depois soube que eles separam... e ela ainda veio passar alguns dias de férias aqui no Ceará. Mas isso fica para outra vez. Abraços à todos(as)!

Enviado por: jchirrac_f@hotmail.com.

7
Publicidade
MORENO em 09/10/2013 comentou:
gostosa
MORENO em 09/10/2013 comentou:
GOSOSA
Gil em 10/04/2013 comentou:
sou casado c/1 linda morena jambo 46a buceta muito quente e peludinha ela me chifra porque sou viado e não a satisfaço e ela é "quentissima" quero conhecer machos de pau bem grande e grosso. Gil (011) 88194503
lobocasado em 29/09/2013 comentou:
E ai Gil, tranquilo?
Sem rodeios e sem frescuras, passe seu contsto para eu foder sua esposa, ok?

Aguardo.
dido em 14/06/2013 comentou:
estou a disposição, sou um negão de 22cm de Salvador, estarei em SAMPA no periodo de 10 a 12/07, vcs podem me visitarem no HOTEL
adriano em 05/04/2013 comentou:
QUERO FAZER MUITO SEXO COM VC GATA ME LIGA E VAMOS NOS CONHECER 03196609846, ESPERO VC EM BREVE SER MINHA NA REAL.
johnny castro em 04/04/2013 comentou:
OI VAMO TRANSAR GOSTOSO? ME MANDA UM EMAIL TENHO 21 ANOS OLHOS VERDES E UM PENIS Q GARANTO TE SATISFAZER. SOU DE SAMPA, SONA SUL